Área restrita

 
Técnicas para parecer mais confiante
Ter, 20 de Maio de 2014 00:00

Entenda porque esse comportamento é tão importante
 

Estudos sobre o comportamento humano existem há muitos anos, mas, mais recentemente, médicos e pesquisadores nas áreas de Neurociência e Psicologia têm produzido experiências e um material vasto e específico sobre histórias bem e mal sucedidas no empreendedorismo e no mercado de trabalho. Mais especificamente sobre o comportamento dos profissionais empregados e desempregados.

Para empreender, conseguir uma boa colocação e novas metas dentro da profissão já não basta só mostrar iniciativa, ser pontual, interessado e atualizado. O bom funcionário precisa ir além: agir e mostrar uma postura mais confiante. Para saber como cumprir essa nova exigência três especialistas dão dicas, explicam porque esse comportamento é tão importante e como os funcionários vem sendo observados e avaliados no momento da seleção e pelo RH das grandes empresas.

Os pais como inspiração 

Dr.Jô Furlan é médico, professor e pesquisador na área de Neurociência do Comportamento, autor da Teoria da Liderança Comportamental, conferencista e articulista. O interesse pela especialização em neurocirurgia surgiu ainda no curso de Medicina realizado na década de 80. Mas foi somente a partir de 2001 que esse envolvimento se tornou mais concreto. "A convite do professor Doutor José Roberto Leite, precursor da medicina comportamental do Brasil, tive o privilégio de integrar sua equipe por alguns anos. Fundei a Universidade da Inteligência com o foco na inteligência e no desenvolvimento comportamental humano", relembra. Antes desse projeto Dr. Furlan lançou uma das mais importantes obras sobre o estudo comportamental, não somente voltada para esse objetivo, mas muito utilizada em treinamentos e no meio corporativo.

O livro 
"Inteligência do sucesso" é, segundo o autor, fruto de uma pesquisa iniciada entre os anos 2002 e 2003 com o objetivo de mapear padrões de comportamentos comuns a pessoas realizadoras. 

Essa pesquisa foi inspirada nos pais de Furlan que quis entender como eles, de origem pobre e com limitações, conseguiram cumprir objetivos como construir um patrimônio e criar os filhos. "O que fez com que um vendedor e uma professora primária fossem capazes de serem realizadores: inteligência ou competência? Talvez as duas coisas. O que havia de especial? Aparentemente nada. Então decidi dedicar parte da minha vida a estudar os fatores que fazem com que as pessoas sejam capazes de atingir seus objetivos e realizar os seus sonhos".

O livro desmistifica alguns conceitos erroneamente bastante difundidos. "Ele tem por objetivo ajudar as pessoas a serem mais realizadoras explicando a ciência do sucesso. A utilização de algumas entrevistas que fiz durante minha pesquisa buscam desmistificar o êxito, procurando eliminar umas das mais estarrecedoras desculpas que muitas pessoas utilizam em relação às pessoas bem sucedidas evidenciadas traduzidas em expressões como: Ela teve sorte."

Esporte, neurociência e atletas corporativos

Neurocientista, consultor, palestrante e bicampeão brasileiro de vôo livre Ruy Marra usa toda a sua experiência e alia o treinamento do cérebro com esporte para dar orientação à pessoas que buscam melhorar seu desempenho na vida e no trabalho. Usa a técnica para também treinar atletas de alto rendimento como a judoca Kelly Rodrigues a ter um desempenho melhor nas competições.

Em sua trajetória o esporte veio antes da Neurociência, mas o interesse em aliar os dois surgiu com a observação do comportamento dos alunos de vôo livre. No momento do salto, é preciso correr para atingir a velocidade necessária para o sucesso do vôo. Ele percebeu que durante esse período de extrema emoção apenas 5% dos alunos corriam para valer. Dessa primeira observação surgiu uma pesquisa com mais de duas mil pessoas durante dez anos de trabalho. Aplicando as técnicas da Neurociência, observou que as raízes desse temor, em muitos dos casos, tinha origem na infância.

"Eu comecei a encontrar padrões de comportamento sob estresse. Neurocientistas afirmam que as trocas afetivas entre pais e filhos no começo da vida são fundamentais para a formação do sentimento de segurança nessa criança no futuro." Para desbloquear o medo e desenvolver um trabalho de maior foco e controle da mente, Ruy treina o que chama de "atletas corporativos" através de conceitos, técnicas e atividades ao ar livre que proporcionam alta produtividade. Os cursos são ministrados pelo Centro de excelência Superar. "Esportes de aventura, teatro (arte em geral), yoga, bem como serviços voluntários, são atividades que desenvolvem novas características neurais. Ou seja, podemos aprender a nos tornar mais resilientes, criativos e perseverantes", explica o ex-atleta.

Dicas úteis para uma postura mais confiante

"A confiança é fruto de conhecimento organizado, por meio do qual você consegue demonstrar seu valor de forma segura. Manter o equilíbrio sobre seu eu interior faz com que todos os processos internos se tornem cada dia mais confiante, quando nos falta um bom condicionamento mental muitas coisas fáceis podem se tornar difíceis. Já a postura correta de um profissional que busca conquistar seu espaço de forma segura é manter sempre o equilíbrio mesmo nas horas difíceis, manter uma relação de cooperação com seus colegas de trabalho, os relacionamentos interpessoais fazem parte do processo de crescimento de qualquer profissional". Quem afirma é o mestre em Comportamento Organizacional Valdizar Andrade, especialista em Dinâmica de Grupos, Master e Trainer em Programação Neurolinguística.

Por mais redundante que possa parecer Dr. Valdizar explica que o conhecimento também é um fator que pode contribuir efetivamente no desenvolvimento da carreira e não somente como um item a mais no currículo. E Dr. Jô Furlan complementa: "O aprendizado é um processo fundamental para o ser humano. É algo constante. Precisamos interiorizar o que aprendemos (colocar no automático) um comportamento teremos que manter a disciplina para não perder o foco e cometer deslizes. Em primeiro lugar é necessário criar crenças poderosas que possam embasar os comportamentos necessários para se destacar. Crença antiga: sou desempregado. Crença nova: estou avaliando o mercado para me recolocar profissionalmente. Mentalmente isso poderá fazer toda a diferença", orienta o especialista que lista algumas dicas práticas para ser mais confiante:

- Escolha fazer parte da solução e não problema. 
- Ative em sua mente crenças de poder e realização. 
- Mantenha-se na sintonia de emoções saudáveis e construtivas. 
- Mantenha o foco! Foco é força, distração destrói . 
- Determine enfaticamente quem irá trabalhar de forma comprometida para atingir o S.O.M da sua vida ( Sonhos Objetivos e Metas).  

Fonte: 
Yahoo Finanças
Sony encara o desafio de voltar a ser criativa
 
banner_distribuidor_223x223
 
Fale Conosco

Telefone
+55 (11) 2626-3012
E-mail
contato@servicotecnico.com.br


Endereço
Al. dos Maracatins, 992
Sala 53A • 04089-001
São Paulo/SP • Brasil
» MAPA de localização